Danos do divórcio e direito à indemnização

O divórcio pode ser causador de gravíssimos danos, quer psicológicos, quer patrimoniais. No entanto, o processo judicial de divórcio não permite que o cônjuge lesado obtenha aí a justa compensação. A fixação de uma indemnização só poderá ter lugar no âmbito de uma ação judicial destinada a esse efeito.

Leia aqui o artigo do nosso coordenador,

Danos do Divórcio
(jornal observador)

Nuno Cardoso Ribeiro, Advogado